sexta-feira, 20 de abril de 2012

Maçã Verde











No fundo visível 
a terra, o ar
unindo-se ao linear
da água invisível
que a chuva
encerra
sol ilumina
abrigo vivo
na massa
da maçã
alimento
frutose
da metamorfose
surge da
esperança
da cor
uma borboleta
viva
olhando
para a lagarta
o ciclo
recomeçar

Helen De Rose



terça-feira, 3 de abril de 2012

Eu espero você



Oceanos de existência...


caminho na linha do horizonte
segurando uma chama nas mãos

Na janela da alma
minha silhueta olha o tempo
de mãos dadas com o destino

Todos os dias
esperando por você
eu acendi uma vela no chão

Cada passo que dei
me aproximou mais dos seus olhos
e uma alfombra de luz fiz para você chegar

Desde que eu nasci
todos os dias eu morri esperando por você
e continuarei morrendo até me reencontrar

Um oceano de luz está diante de mim
e papéis picados dançam no ar
neles estão os poemas de amor que lhe fiz

Eu espero você
na janela da alma
olhando mais um dia que eu te amei...

Helen De Rose

* Lançamento em 20/05/2012 - Rio de Janeiro - CBJE




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...