quarta-feira, 16 de abril de 2014

Memorial




Duas fontes no lugar
onde o silêncio da morte
ouve o barulho da vida
no som das águas que descem
num abismo infinito da saudade.
Águas que simbolizam as lágrimas 
que ainda encontram sentimentos
na essência da natureza humana.
Duas fontes no lugar
onde as luzes encontram o céu
nas orações e mensagens ofertadas
desejando a paz de todos
os que se foram ou ficaram.
Luzes que simbolizam a fé 
dos que ainda vivem
e dos que retornam à Terra
quando ouvem uma voz conhecida.
Todos os nomes estarão presentes
iguais guardiões, sentinelas da coragem 
de tudo quanto sofreram neste lugar 
marcado com uma cicatriz imensurável 
do ódio materializado pelo terrorismo.
Que todos busquem na memória
o amor e a paz olhando sempre
para este lugar, onde duas fontes
possuem vida e luz transcendendo
deste inesquecível 

Memorial.


Helen De Rose

*Lançamento da Antologia em 20/04/14 - CBJE - Rio de Janeiro

domingo, 6 de abril de 2014

Feche os olhos



Feche os olhos
não tem razões para ficar
esta vida não é única
Seu olhar não cura
a doença humana
de não saber amar
Feche os olhos
sinta-se protegido
nesta noite obscura
Onde há inúmeras corujas
olhando seus passos
pra avisar sua alma do perigo
Feche os olhos
limpe a poeira do ódio
onde tentaram lhe enterrar
Sem lhe dizer o motivo
de tanta falta de luz
numa guerra contra a paz
Feche os olhos
anjo sobrevivente
não queira ver o ódio
Ele vive em cada olhar
igual cegueira existente
no DNA do poder. 


Helen De Rose

*Lançamento em 20/04/2014 - CBJE - Rio de Janeiro.









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...