quarta-feira, 29 de abril de 2015

Mulher de costas


Aos olhos
De frente 
Uma incógnita
Mostrada pelo verso 
Das costas
Seminuas 
Convidativas. 
Aos olhos
Da carência
Afetiva
Uma cilada
Quase explícita
Sem ser revelada
Que excita
Qualquer olhar
Pagar para ver
O que esconde
Uma mulher
De costas

Helen De Rose


*Lançamento em 20/04/15 - CBJE - Rio de Janeiro.



quarta-feira, 8 de abril de 2015

Serenata para um anjo de mármore


Um violino ao fundo acompanha suas lágrimas
cristalizadas na superfície fria de sua mão
cobrindo seus sentimentos de saudade
num gesto inconsolável da sua visão
Seu corpo descansa sobre as asas
debruçadas sobre a lápide silenciosa
enquanto a noite entoa tristes serenatas
nos matizes azuis da Lua prateada
É a morte que cai sobre a vida
arrancando cada sinal de existência
e a dor é entregue pelas mãos do vazio
que deixa o silêncio da voz nessa renitência
Um violino sobrenatural continua a fluir
para quem deseja ouvir seu lamento
muitos ainda virão olhar a sua despedida
aliviando sua alma do eterno esquecimento

Helen De Rose

*Lançamento em 20/04/15 - CBJE - Rio de Janeiro.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...