quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Burlesco

Dita Von Teese

Lá está ele na frente da tela
um cara que procura por algo
um sonho perdido no tempo
uma fantasia surgida no alto
de um simples movimento

De repente, ela surge na sua frente
trazendo dois leques de plumas
no meio de colares de pérolas
com dois pingentes de runas
em cada mamilo fremente

Ela mexe as plumas iguais asas
para mostrar sua linda calcinha
com babados delicados de rendinha
rebola o quadril e vira de costas
mostrando onde está suas rosas

O moço se ajeita na cadeira
enquanto ela se aproxima
e mexe na sua cabeça de cima
chacoalhando seus volumosos seios 
com sua visão fixa e faceira

Abre uma champanhe gelada
sorri de forma insinuante
bebe no gargalo e molhada
senta no colo do moço amante
e derrama champanhe nele

Ele nem acredita no que vê
a língua macia dela se mistura
com os arrepios da sua pele
deixando-o louco nesta altura
como se assistisse o 'cine privé'

A moça parece tão maluca
deixa marcas de batom na nuca
arranca os colares e fica nua
veste a calcinha na cabeça
do moço, agora, inteiro paralisado 

Ela pensa que ele está passando mal
pega os leques de plumas brancas
abana as cabeças de baixo e de cima
aspira um fio das plumas e espirra
caindo no colo do moço com suas ancas

Ui! Que encaixe mais ligeiro!
O moço bonito fruiu e estremeceu
enquanto ela virou os olhos pro ar
levantou com um rebolado brejeiro
abriu a porta, saiu, sem dizer adeus.

Helen De Rose


Adquira aqui: Clube de Autores

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...