segunda-feira, 27 de setembro de 2010

(Ao) Caçador de Borboletas




Vou entrando através dos seus olhos
nos jardins encantados da sua alma.
Vejo o seu coração diante dos meus olhos,
transformando-se num caçador de borboletas,
correndo pelos campos carmesins dos seus sentimentos,
nas primaveras que dão flores em paineiras,
esvoaçando nuvens de algodão,
através do seu tímido sorriso.
Dos galhos descem balanços celestiais,
enfeitados com eras verdejantes.
Neste momento, sou aquela menina dos seus olhos,
a balançar meu coração na sua alma,
cantando nossa canção de amor.
A música contagia meu ser por estar em você!
E, neste instante,
meu corpo se transforma numa borboleta azul,
voando sobre seu coração de caçador de borboletas,
desejando-me em suas mãos.
Sinta-me! Estou no balançar da sua vida!
Sou a borboleta azul que você deseja.
Mas, antes, dance comigo esta canção,
Olhando nos meus olhos a noite estrelada,
Refletindo sua infinita existência.
Porque quando os olhos se encontram,
Procuram o sabor dos lábios,
Para a alma sentir o beijo,
Enquanto os olhos se fecham
E realizam este sonho!

Helen De Rose

*lançamento em 10 de outubro de 2010 - CBJE - Rio de Janeiro


7 comentários:

  1. O seu sabor do tempo é uma delicia.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Lindos versos. É nessa especial harmonia que as borboletas se libertam, os sonhos se encontram e o amor se concretiza. bjs

    ResponderExcluir
  3. Minha querida
    Estou voltando, hoje deixo apenas um beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. o amor dá mesmo essa sensação de leveza...
    tuas palavras voaram em mim... que lindo !

    beijo

    ResponderExcluir
  5. _________________________________________


    Um momento lindo traduzido na sua ótima poesia!

    Beijos de luz e o meu carinho, querida Helen...


    _______________________________________________

    ResponderExcluir

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...