Insipidez




Palavras insípidas
Iguais comidas insossas
Degustadas no insulso
Do seu fel
Amargando a boca
Do fígado
Desgraçado
Inchado
Com seu Ego
Desenxabido
Em ação...

Náuseas estomacais
Fecham os olhos
Enquanto uma lágrima cai
No esforço de vomitar
Diante do fedor
Contaminado pelas palavras
Repugnantes 
Iguais lixos das escórias
Fotografadas na visão
Da mente
Em reação...

Helen De Rose

*Lançamento 20/02/15 - CBJE - Rio de Janeiro.


Comentários

  1. Oi Helen, parabéns pela conquista (mais uma!), a poesia agradece.
    Bjão
    V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Agradeço por ter vindo e comentado.
      Abraço meu.
      H.

      Excluir

Postar um comentário

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose