terça-feira, 23 de novembro de 2010

A Menina que não falava e o Natal

Marina, minha filha.














Hoje eu acordei ouvindo o bem-te-vi na minha janela e fiquei olhando para o meu brinquedo mais preferido: uma garrafa de plástico verde de guaraná; que sempre ouço mamãe dizer que ela é minha boneca barbie.

De repente, mamãe entrou no quarto e me deu um bom dia:

- Bom dia, Marina morena! Como faz todos os dias, ela me dá beijos e abraços, com todos os seus carinhos. Sorrindo, eu bati palmas para ela, e ela me sentou na cama para cuidar de mim. Mas, ela me disse uma frase diferente hoje:

- O Natal vai chegar hoje!

O que será que isso quer dizer? Será que vai chegar alguém? Fiquei olhando para ela curiosa. O dia foi seguindo com uma agitação diferente. Quando a mamãe acendeu a luz do meu quarto, os meus primos, tios e avós começaram a chegar com uns pacotes enfeitados nas mãos e colocavam debaixo de uma árvore engraçada que ficava piscando o tempo todo na sala.

Mamãe me vestiu com um vestido lindo, cheios de borboletas coloridas e uma sandália que acendia luzinhas, conforme ia andando até a sala com a ajuda da mamãe. Nossa! Esse Natal deve ser muito importante. Olhando para a mesa repleta de comida, pensei, será que tudo isso é por causa desse Natal?

Mamãe me sentou no sofá mais macio da sala e vi a mesa toda enfeitada, com todos sentados à sua volta e felizes. Enquanto ouviam músicas que também falam essa palavra Natal.

Engraçado, eu vi como esse Natal pode mudar um dia de rotina, por outro dia tão feliz? Deve ser um mágico!

De repente alguém disse: - É meia-noite! O Natal chegou!

Ué?! Eu olhei por todos os lados e onde estava esse Natal? Ele chegou na porta? Cadê ele?

Vi todos se abraçarem, entregando aqueles pacotes enfeitados e até eu ganhei brinquedos novos, mas, não vi ninguém diferente chegando com o nome de Natal.

Então, mamãe veio me abraçar e disse assim:

- Filha, Feliz Natal! Hoje é dia de Natal, dia em que todos nós renascemos com o Menino Jesus! Por isso estamos festejando todos juntos!

Então eu pensei: - Puxa! Mas, por que o Natal só tem uma vez por ano? Demora tanto para chegar, para todos ficarem unidos e felizes?

Helen De Rose

*Antologia Os mais belos textos de Natal - lançamento em 10/12/2010 - CBJE








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...