terça-feira, 16 de março de 2010

Quero viver no sabor do teu beijo









Amamos o que não temos em cada momento
Num quarto suspenso nas asas de um pássaro
Enquanto teus olhos descobrem meu pensamento
Sinto que a eternidade mora no teu beijo raro

Quero viver no sabor do teu beijo
Enquanto fecha os olhos no meu aconchego
Na tentativa de sentir minha alma em desejo
Vivendo no coração saudoso do teu peito

Pulsando por sentir tua pele tão perto de mim
E, quando o gozo vem, sem pedir licença
Do meu lado, teu corpo se deita assim
Completando-me por inteira com tua presença

Quero viver no sabor do teu beijo
Enquanto teu sorriso é a paz que preciso
Quando na madrugada te procuro num lampejo
Num sonho que jamais existiu no paraíso

Helen De Rose


*lançamento em 10/05/10. - CBJE - Rio de Janeiro

3 comentários:

  1. "Num sonho que jamais existiu no paraíso". Ficou bela a construção, Helen, das imagens ao que é liricamente poético. Talvez precisemos, todos, de tão pouco, mas um pouco que tem exatamente o valor inestimável do que não se encontra em paraíso algum, mas aqui e agora, no momento eterno de, num lampejo de vida...

    ResponderExcluir
  2. olha só que legal uma amiga minha vai ter um poema nessa antologia tbm =)
    eu publiquei la no blog

    muito lindo aqui moça sigo lendo... logo vouto!

    bjo

    ResponderExcluir
  3. Faz muito tempo que recebo tuas msg no meu e-mail e já deveria ter começado a seguir teu blog, peço desculpas, maei esse poema e agora sempre estarei comentando teus post, tenha um lindo dia, beijos.

    Convido vc tb para ler meus contos pois tua opinião é valiosa:

    http://dionariadionaria.blogspot.com

    ResponderExcluir

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...