terça-feira, 7 de agosto de 2012

Flor de Lis



Cabe uma grande emoção
Nos espaços do meu sentir lascivo
Pulsando ritmado com meu coração
Entre uma lágrima e um sorriso

Da alegria sublime de te encontrar
Entre um verso, um poema e uma página
Nas palavras conjugando o verbo amar
Entre um sorriso e uma lágrima

Só me resta nesse sonho: "brincar de viver"
Sonhar agora com um amor correspondido
Enquanto o sol desejar amanhecer
Entre uma lágrima e um sorriso

Dos olhos marejados que lhe sorri
Dos lábios molhados que te diz:
- Receba meu beijo levado pelo colibri
Nas fantasias desse poema flor de lis

Helen De Rose



2 comentários:

  1. Saberás que há pedras brancas na ilha
    Que a raiva é cegueira à maravilha
    O mar às vezes se veste de maresia
    Que um amor no amar confia?

    Saberás que às vezes escondo o coração à crueldade do mundo
    Que o que outrora desejava agora receio
    Que a minha desesperada mente combate a tua
    Que a ternura às vezes morre ao meio da rua
    Boa semana

    Doce beijo

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia!!!!
    boa semana!
    opinandoemtudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...