sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Marca d'água


Numa folha de papel
deixo cair meu perfume 
com essência de jasmim.
Sobre a superfície umedecida
vou desenhando tua imagem, 
tuas linhas ficam em relevos 
nos traços do grafite
e as sombras vão cobrindo 
tuas margens, 
que saem serenas 
do meu pensamento,
no final,
escrevo teu nome,
porque passei o dia todo 
pensando em ti.
Deitada na cama 
coloco a folha contra a luz,
tu és a marca d'água
que ficou em meus olhos,
tomou conta 
dos meus pensamentos,
do pulsar do meu coração
e de todo meu ser.
Uma verdade
que não pode ser 
falsificada em mim,
nem disfarçada 
no relevo da minha
retina ocular.


Helen De Rose

* Lançamento em 20/01/2013 - CBJE - Rio de Janeiro

"Mais do que um livro, o Panorama Literário Brasileiro é um documento histórico. Ele registra as melhores poesias inscritas para as seletivas da CBJE durante o ano, segundo avaliação do Conselho Editorial da CBJE/RJ, considerando sempre - o que é próprio da CBJE - a opinião dos leitores."




2 comentários:

  1. sabes bem como fico feliz com sua caminhada literária. parabéns"
    bj e meu abraço caRIOca.
    José

    ResponderExcluir

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...