segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Homem de Negro












Homem de Negro,
Seu olhar é uma bala perdida
Penetrando certeira no meu coração sangrando
Escorrendo pelo meu ventre um rio de prazer na ida
Liquefação!

Homem de Negro,
Sinto você chegando pelo seu cheiro
No cio dos seus desejos pelos meus lábios secretos
Na ânsia de querer desvendar meus mistérios inteiros
Condensação!

Homem de Negro,
Na alcova do meu leito, o sereno da noite se faz presente
Vem saciar meus prazeres sexuais, insanos e profanos
Sentir os lençóis umedecidos com seu suor consequentes
Ebulição!

Homem de Negro,
Sua mente comanda os impulsos dos seus desejos
Revelando no seu membro o que deseja de mim
Sou sua escrava amante, acorrentada pelos seus beijos
Evaporação!
*
Helen De Rose
*
*O Panorama Literário Brasileiro é um documento histórico. Ele registra os melhores trabalhos inscritos para as seletivas da CBJE a cada ano, segundo avaliação do Conselho Editorial da CBJE/RJ, e também - tal como ocorre desde 2004 - segundo a opinião dos leitores. "Homem de Negro" foi selecionada entre as melhores poesias de 2009. Lançamento em Dezembro.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...