sábado, 4 de maio de 2013

Nas Alamedas da Saudade



Pelas alamedas dos sentimentos solitários
a solidão passeia por entre as sombras
deixadas pelos orlados das árvores 
dum bosque de emoções do passado.
Ainda há a presença do sabor nos frutos
deixado pelas flores levadas pelo vento
no entardecer dum amor que ainda existe
mesmo que seus olhos tenham ido com o tempo.
Nos cantos dos pássaros permanecem a saudade
cantando um passado ainda presente no céu
na existência das imagens que insistem em mostrar
os momentos que existiram e não existem mais.
Nas alamedas da saudade aprendemos o que é perder
aprendemos a aceitar o tempo que devemos ficar
até chegar nossa vez de partir para outro lugar
e, talvez, reencontrar o amor que se foi...


Helen De Rose

*Lançamento em 20/05/2013 - CBJE - Rio de Janeiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...