segunda-feira, 18 de agosto de 2014

O lado abissal das palavras




A noite é uma desvalorização do dia,
não há sentido quando a morte é uma vadia 

Uma vadia que tira a vida dos sentidos,
deixando a ausência tomar conta dos esquecidos 

Dos esquecidos sem finalidades, sem porquês,
depreciam-se com as sombras da sua mesquinhez 

Sua mesquinhez dissolve-se na cova da sua escrita,
de princípios e critérios absolutos cravados numa cripta 

Numa cripta onde as palavras vivem seu lado abissal,
despedaçadas pelos golpes da deterioração sepulcral 

Sepulcral é a revelação da verdade sem fundamentos
Diga lá! Iconoclasta! Deus está morto? Está tudo permitido nos sepultamentos? 

Nos sepultamentos sem premissas, sem as asas da liberdade?
Então, troque suas entranhas por seu hedonismo, sua decadente verdade 

Verdade que revela o lado abissal das palavras aterrorizantes,
estimulando reações claustrofóbicas e desânimos mortificantes 

Mortificantes palavras que assombram as páginas igual açoite
que castiga, sem perdão, a vadia da morte até chegar a noite.


Helen De Rose

*Lançamento em 20/08/2014 - CBJE - Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...