terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Da Minha Carência


Uma mão carecente abre a porta da minha insanidade. Amarra todo o meu coração num laço dependente. Dizendo que seu amor sente minha saudade. E deseja amar o meu passado e futuro no presente. Minha carência está na história de vida que carrego. Por tudo aquilo que me faltou um dia. Alguém carinhoso para carregar no colo o meu ego. Viciando minha mente naquilo que ela confia. Acredito nesse louco sentimento sagrado. Mesmo que perdure por um breve momento de atenção. Só não quero sentir um vazio descontrolado. Quando me encontro diante da solidão. Já esperei muito das pessoas nessa vida. No fim de um túnel onde não vi ninguém. Tive que procurar minha própria saída. Da vida sai feliz quem consigo estiver bem.


Helen De Rose

Do meu livro : Uivam as lobas.

Adquira aqui: Clube de Autores

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua atenção.
Bastante proteção em seus caminhos.
Sucesso sempre.
Helen De Rose

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...